fbpx
Compliance na saúde: entenda tudo o que você precisa saber

Se você nunca ouviu falar de compliance na saúde, está na hora de se atualizar sobre o assunto. Neste conteúdo, vamos abordar tudo de importante sobre o tema para você se manter informado e entender como esse tema pode impactar sua rotina como profissional de saúde. Vamos lá?

O compliance na área da saúde é essencial para manter a credibilidade da sua empresa, como clínicas e consultório, perante a sociedade. Logo, a sua prática diz respeito a um conjunto de regras e normas a serem cumpridas de modo a oferecer uma gestão e um relacionamento com o paciente mais transparente e seguro. 

É provável que você já tenha visto notícias relacionadas a fraudes com próteses e órteses em casos que envolvem hospitais, planos de saúde e médicos. Segundo uma pesquisa da PwC, as fraudes envolvendo operadoras e hospitais chegaram a R$20 bilhões.

Nesse contexto, para tentar combater essas situações, a ANS (Agência Nacional de Saúde) publicou a RN 443/19, que estabelece algumas práticas de governança corporativa, programa de compliance e gestão de riscos. 

Continue a leitura ara entender como essas normas podem afetar sua clínica!

O que é compliance na saúde? 

O compliance na saúde é engloba diversas regras e processos necessários para as ações realizadas pelas instituições, como transparência nas atividades, posturas éticas e qualidade na gestão de clínicas

Com isso, é possível melhorar a relação com os pacientes e colaboradores da empresa de modo a trazer mais confiança nos processos. Isso pode ser feito de diferentes formas, como por meio do atendimento e métodos de tratamentos aplicados. Assim, é possível evitar condutas inapropriadas e ações que fogem dos valores da empresa.

Pensando nas situações de fraudes e problemas organizacionais, o governo incluiu o compliance como uma de suas prioridades na saúde, criando a Lei Anticorrupção que estabelece regras e responsabilidades administrativas para as instituições públicas em relação aos seus fornecedores. 

Qual a importância do compliance na saúde? 

Entendendo o que é compliace na saúde, é possível imaginar alguns pontos relevantes pelos quais uma empresa deve se preocupar com esse tema. Afinal, nenhum gestor de clínicas e consultórios deseja ter problemas com seu negócio ou até mesmo lidar com condutas inapropriadas dentro e fora do ambiente de trabalho, não é mesmo? 

Com esse objetivo, o compliance na saúde é muito importante em diferentes processos, como:

  • compra de materiais;
  • relacionamento com fornecedores e pacientes;
  • controle de estoque;
  • acordos com planos de saúde;
  • medicamentos hospitalares.

Mas afinal, o que esses pontos significam para um gestor ou profissional de saúde dono de clínica? 

Por exemplo, nas operadoras de planos de saúde é necessário realizar uma checagem bastante criteriosa sobre os modelos aplicados relacionados às solicitações de exames simples ou complexos. Dessa forma, é possível conferir se eles atendem os requisitos e padrões predeterminados. 

Outro ponto envolve a compra de insumos. Nesse sentido, a governança corporativa avalia os critérios utilizados nesse processo a fim de obter um padrão em relação ao mercado, além de averiguar se o volume e valores da compra se adéquam as necessidades da instituição.

Sabendo disso, confira como manter seu negócio de acordo com as regulamentações e evitar problemas com fraudes.

Como cumprir com o compliance na saúde? 

Uma das primeiras etapas é investir na capacitação dos colaboradores da sua clínica. Essa ação ajuda a desenvolver iniciativas que promovam uma cultura organizacional mais satisfatória, inovadora e transparante.

Além disso, se preocupar com o compliance na saúde permite que os gestores de clínicas contratem fornecedores mais alinhados com seus objetivos e valores. Desse modo, é possível obter mais qualidade e eficiência nos processos da empresa.

A seguir, detalhamos alguns pontos importantes para esse processo. Acompanhe! 

Implemente políticas escritas

Os famosos “códigos de conduta e ética” são peças fundamentais dentro de empresas que mantêm todos os colaboradores a par das regras e normas às quais estão sujeitos. Veja um exemplo:

  • Todos os profissionais que atendem em uma instituição de saúde devem ter registrado os detalhes dos atendimentos médicos nos prontuários. Você cumpre essa regra do seu consultório? 

Um meio de facilitar essa organização e manter todas as informações integradas e atualizados é contando com um prontuário eletrônico. Essa ferramenta é uma grande mão na roda para profissionais de saúde na hora do atendimento ao paciente, evitando manuseio de papéis e canetas — pois tudo pode ser feito pelo computador por meio da tecnologia na nuvem

Portanto, as políticas escritas, como o desenvolvimento de um contrato robusto, permite unir todas as regras de compliance na saúde de modo que todos os pontos necessários sejam abordados para todas as pessoas terem acesso, desde fornecedores, parceiros e pacientes.

Mapeie riscos

O mapeamento de riscos é um método que ajuda a traçar metas e objetivos, pensando em possíveis cenários e como reagir a eles. Ele funciona como um grande planejamento para evitar erros e problemas nos processos da instituição de saúde. 

Com isso, também é possível cumprir o compliance na saúde, já que e possível mapear todos os pontos necessários pára evitar fraudes, por exemplo.

Nessa etapa, também podemos obter conhecimento sobre a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) que diz respeito ao uso de dados compartilhados entre empresa e cliente. Nas clínicas ela é fundamental, pois trabalham com dados sensíveis dos indivíduos. 

Benefícios do Compliance na gestão de clínicas e consultórios

De modo geral, para que um programa de compliance na saúde seja eficiente, é fundamental atuar em 3 frentes: 

  • Prevenção: realização de ações para mapear riscos, desenvolver códigos de ética e estabelecer um controle interno por meio da comunicação e treinamento dos colaboradores e profissionais;
  • Ação: monitorar com frequência os processos realizados pela empresa e realizar auditorias externas e internas;
  • Detecção: ter canais de denúncia na empresa.

Atuando desta forma, sua clínica ou consultório terá muitos benefícios. Entre eles, destacamos:

  • Construção de imagem positiva: Uma imagem positiva perante seus colaboradores e a sociedade promove a retenção de talentos, a atração de parceiros e uma forte reputação;
  • Redução de custos: A redução de custos é uma necessidade recorrente de empresas de qualquer âmbito. Logo, a aplicação de um programa de compliance pode dar mais agilidade e transperência à redução de custos;
  • Aumento de produtividade: Com os processos bem definidos, tanto os profissionais quanto os demais funcionários ficam cientes de seus papéis na clínica e se tornam mais realizados e produtivos.

Agora que você sabe o que é o compliance na saúde, é possível compreender seus impactos nas clínicas, consultórios e outras instituições, bem como a necessidade de cumprimento nas normas estabelecidas para evitar problemas e riscos internos e externos á empresa. Não se esqueça de envolver todos os funcionários e profissionais na implantação deste programa.

Tags:

Sobre o Autor

Carolina Sossai Cardoso
Carolina Sossai Cardoso

Formada em Publicidade e Propaganda | Redatora e Produtora de conteúdo otimizados (SEO), Copywriter e Link Builder.

Solicite uma demonstração.

Preencha o formulário abaixo e um de nossos consultores entrará em contato para apresentar tudo o que podemos fazer pela sua clínica ou consultório.