fbpx
Coworking: a tendência dos espaços compartilhados

Já pensou em trabalhar em um espaço de coworking para consultórios? Devido à pandemia do coronavírus, os espaços compartilhados viram a demanda cair. No entanto, com a volta do trabalho presencial e a retomada da economia, a tendência é que esses locais sejam cada vez mais usados pelas empresas.

Na área da saúde, os locais de coworking abrem portas para os profissionais, principalmente aqueles que terminaram a residência e desejam abrir uma clínica. Isso porque os custos iniciais para montar um empreendimento são altos e uma das alternativas para esse problema são os espaços compartilhados.

Acompanhe este conteúdo e saiba tudo sobre essa tendência!

O que é e como funciona o coworking?

O primeiro espaço de coworking surgiu nos Estados Unidos. No Brasil, esse tipo de espaço compartilhado é relativamente novo. O primeiro escritório foi inaugurado em 2007 na cidade de São Paulo. Depois, diversos locais foram criados, impulsionando esse segmento.

Basicamente, coworking é um novo modo de trabalho onde profissionais e empresas de todos os tamanhos compartilham recursos físicos e o ambiente para desenvolver seus projetos. Isso também ocorre na área da saúde, onde os médicos dividem um mesmo local, geralmente separado por salas — local onde cada um deles realizam seus atendimentos. Esses espaços contam com uma estrutura completa para quem quiser trabalhar.

Hoje, existem duas opções de espaços compartilhados: contratar um coworking por hora ou fechar um plano mensal fixo.

A maioria dos ambientes são compostos por:

  • Salas privativas;
  • Sala de reunião;
  • Internet;
  • Impressora;
  • Banheiro;
  • Estacionamento;
  • Equipamentos;
  • Armários;
  • Espaços de alimentação;
  • Recepção e entre outros.

Todos esses fatores dependem do tipo de coworking que você se interessar. Por isso, é interessante buscar um local que atenda as suas necessidades e ofereça suporte para o segmento da saúde no qual você atua.

Tendências do mercado de coworking

O regime de trabalho híbrido, em que o profissional trabalha em casa, mas também no escritório, reforça a necessidade das empresas buscarem por um espaço compartilhado. Afinal, muitas vezes, não vale a pena investir em um local próprio para gerir suas atividades, principalmente negócios que usam um espaço somente durante alguns dias.

Por isso, a principal tendência desse mercado é a flexibilidade. Atualmente, alguns espaços de coworking se transformaram devido ao distanciamento social, pois precisaram ser mais seguros para os clientes.

Sabendo disso, confira alguns detalhes dessa tendência seguindo o exemplo de um projeto realizado por arquitetos de unidades de coworking específicas para o pós-pandemia:

  • Sistema de circulação de ar com filtragem antiviral: tecnologia que permite que o vírus tenha mais dificuldade para sobreviver no ambiente;
  • Acessórios para higienização: valorizando os cuidados e a proteção dos profissionais no local, evitando a proliferação de qualquer tipo de vírus ou bactéria;
  • Valorização das pequenas coisas: esses espaços seguem a premissa de que as pessoas passaram a dar mais valor para conversas com amigos, colegas e um passeio no parque, por exemplo. Por isso, esses locais são desenvolvidos de modo que haja mais interação entre seus usuários;
  • Sistema de iluminação inteligente: as lâmpadas de LED do projeto se ajustam de acordo com o ritmo circadiano. Em situações em que há mais luz natural no ambiente, essas lâmpadas emitem menos luz;
  • Espaços com uma melhor disposição: as estações de mesas e cadeiras são feitas para a formação de pequenos grupos, evitando a aglomeração e contribuindo para o distanciamento.

💡 Quer abrir seu próprio negócio? O primeiro passo é criar um plano de negócio para sua clínica. Baixe grátis nosso ebook e aprenda tudo sobre o tema!

Benefícios do coworking para médicos

Agora que você entende o que são os espaços compartilhados e como eles funcionam, veja as suas vantagens:

  • Redução de custos;
  • Infraestrutura de qualidade;
  • Localização acessível para os pacientes;
  • Horários flexíveis;
  • Interação com outros profissionais;
  • Imóveis de alto padrão.

Diante desses pontos, é possível oferecer um trabalho eficiente e de qualidade para seus pacientes. Afinal, tudo é projetado para atender as necessidades de um médico, além de trabalhar com outras pessoas que podem contribuir para o desenvolvimento da sua carreira.

Além disso, também é possível integrar os serviços da sua clínica com outros negócios, como laboratórios e entre outras instituições de saúde. Assim, você oferece uma experiência completa para os visitantes, melhorando a jornada do paciente e garantindo conforto.

Conclusão

A evolução do mercado de saúde reforça cada vez mais a transformação digital e o uso da tecnologia nos atendimentos médicos. Nesse sentido, é fundamental acompanhar essas mudanças para manter-se atualizado e acompanhar as tendências, evitando que seu serviço fique ultrapassado.

Por isso, os espaços compartilhados também merecem destaque. Afinal, eles otimizam o trabalho médico, oferecem mais oportunidades e garante um ambiente agradável para os pacientes. Geralmente, tudo isso pode exigir um grande investimento quando realizado de forma individual.

Portanto, a união dessas inovações promove mais conforto e menos dores de cabeça para quem se formou e deseja exercer sua profissão.

Outra forma de otimizar o serviço de saúde é contar com os softwares médicos — recursos que contam com diferentes funcionalidades, como:

Com isso, o profissional aumenta a qualidade do seu atendimento, priorizando seus pacientes, melhorando o relacionamento com os visitantes do consultório e garantindo a gestão do seu negócio.

Mesmo que você trabalhe em um coworking, provavelmente precisará gerir seu dinheiro, acolher os exames, guardar em segurança dados sensíveis e todos os processos que envolvem a administração da clínica. Desse modo, o uso de ferramentas tecnológicas auxiliam no gerenciamento, facilitam os processos e evitam gastos extras.

Este conteúdo foi útil? Adeque seu consultório às inovações da área da saúde com um sistema de gestão médico! Clique no banner e experimente gratuitamente.

Quer experimentar gratuitamente nosso software médico? Clique no banner, preencha seus dados e veja na prática como essa ferramenta otimiza seu trabalho!

O que é e como funciona o coworking para clínicas e consultórios?

O coworking é um modelo de trabalho cujo o ambiente é compartilhado com vários outros profissionais. Nesses locais, é possível fazer networking, além de fechar parcerias e trabalhar com pessoas de todas as áreas do mercado.

Para os médicos, esses espaços permitem que diversos profissionais de saúde trabalhem juntos, integrando seus serviços e economizando nos seus gastos. Basicamente, o médico contrata o serviço do coworking, pagando um valor fixo mensal ou por hora.

Além disso, o médico dispõe de toda a estrutura necessária para realizar seu trabalho, como equipamentos, higienização, salas, recepção, computadores e sistemas de gestão.

 

Tags: |

Sobre o Autor

Carolina Sossai Cardoso
Carolina Sossai Cardoso

Formada em Publicidade e Propaganda | Produtora de conteúdo otimizados (SEO), Copywriter e Redatora.

Em conformidade com Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e GDPR, este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar e personalizar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Para mais detalhes acesse nossa Política de Privacidade.