fbpx
Gestão da clínica: 6 sinais que você precisa melhorar a sua

A gestão da clínica é essencial para que ela continue funcionando e não gere problemas futuros para a empresa. Porém, muitos profissionais que abrem um consultório não têm conhecimentos sobre administração de negócios, o que pode ser prejudicial para o seu sucesso no mercado.

Por isso, é importante ficar atento a alguns sinais que indicam que é preciso melhorar os processos da clínica. Nesse momento, é importante analisar da forma correta o que realmente está afetando o empreendimento e impedindo seu crescimento.

Por isso, para auxiliar você nessa tarefa, separamos 6 indicativos de que seu negócio não vai bem. Acompanhe e descubra como melhorá-los!

1. Equipe desmotivada

Muitas vezes, as secretárias da clínica trabalham no modo automático, não apresentam resultados e têm baixa proatividade. Isso é um grande problema, pois tende a refletir no atendimento que elas realizam aos pacientes. Além disso, ninguém que está desmotivado consegue ter um bom desempenho no serviço.

Por isso, é fundamental que o gestor do consultório capacite esses profissionais, realize treinamentos para oferecem um atendimento adequado e aplique estratégias que os motivam. Por exemplo, metas para serem alcançadas e recompensas pela boa produtividade no mês ou semana.

Isso fará toda a diferença no desempenho dos funcionários e seu consultório terá uma equipe mais engajada para cumprir seus objetivos.

2. Poucos pacientes

Outro sinal de uma má gestão da clínica diz respeito a quantidade de pacientes que frequentam o local. Se as pessoas não optam pelo seu serviço, certamente há um motivo. Normalmente, há diversas razões que influenciam esse problema, como:

  • Pouca divulgação da clínica;
  • Atendimento ruim;
  • Pouca atenção do médico no pós-atendimento;
  • Equipe despreparada.

Portanto, procure analisar seu negócio a fim de investigar o que está causando o baixo número de pacientes. Nesse momento, avalie como as atividades do consultório são realizadas e entenda seus pontos fracos e fortes.

Além disso, observe se há muitas faltas dos pacientes. Uma gestão da clínica inadequada influencia diretamente na presença dessas pessoas. Por isso, é fundamental buscar métodos que otimizem os processos, como a confirmação de consulta automatizada.

3. Fluxo de caixa desatualizado

Não administrar as finanças corretamente prejudica a gestão da instituição de saúde. Por isso, fique atento aos maiores erros de fluxo de caixa para garantir eficiência nos processos. Essa ferramenta ajuda o gestor a ter uma visão do presente e futuro do negócio. Com ela, ele também consegue antecipar decisões importantes, como redução das despesas, planejamento de investimentos, organização dos materiais e entre outros.

Além disso, tenha em mente que contas mal organizadas e desatualizadas podem resultar em prejuízos para a clínica. Então, organize e detalhe todas as transações, desde pagamento de pacientes e até compra com fornecedores. Assim, é possível garantir o bom funcionando da empresa.

4. Uso do papel

Você sabia que há muitas vantagens de eliminar o papel no seu negócio? É isso mesmo. Essa ação melhora a gestão da clínica, reduz custos, otimiza o espaço e garante mais produtividade à equipe.

Outro ponto interessante dessa prática é que ela confere uma melhor segurança da informação. Isso porque ao contar com sistemas que integram os dados do consultório em uma única plataforma, o médico consegue evitar perdas de documentos e vazamentos de informações que comprometem os pacientes e a clínica.

Portanto, ao armazenar seus registros em um software médico de gestão, o negócio garante um melhor desempenho e seus pacientes ficam mais satisfeitos.

5. Pouca divulgação

Segundo uma pesquisa, 94,4% dos brasileiros buscam informações de saúde na internet. Isso significa que, cada vez mais, a divulgação dos serviços online é fundamental para atrair pacientes e destacar sua clínica diante os concorrentes.

Portanto, investir no marketing para médicos é uma opção necessária para garantir a boa gestão da clínica e obter sucesso no mercado. Essa estratégia ajuda a fidelizar pacientes, proporcionar uma melhor experiência para eles, ganhar autoridade na área, otimizar a organização e melhorar sua credibilidade no mercado.

Uma dica é aplicar campanhas de conscientização na sua clínica como uma iniciativa para educar os pacientes e alertar a sociedade temas relevantes. Com elas, você também estará contribuindo com informações e dicas que mudem os hábitos das pessoas, beneficiando sua qualidade de vida.

Essa ação também gera uma sensação de acolhimento e demonstra que você se preocupa com a saúde do paciente. Como resultado, eles valorizam mais seu serviço e ficam mais satisfeitos — o que influencia na gestão da clínica.

6. Falta de ferramentas adequadas

Atualmente, a tecnologia está presente em diversos processos e, na área da saúde não é diferente. Nesse setor, ela pode atuar por meio de ferramentas de automação que beneficiam a gestão da clínica e seus pacientes. Desse modo, utilizar recursos inovadores, equipamentos adequados e atualizados são essenciais para obter diagnósticos precisos e resultados mais satisfatórios.

Quando um médico não investe em melhores ferramentas, ele fica desatualizado no mercado e prejudica a administração da empresa. Além disso, hoje, ainda existem muitas clínicas que confirmam consultas por telefone e fazem anotações em agenda de papel. No entanto, essas tarefas são prejudicadas e os profissionais obtêm um menor desempenho.

Portanto, contar com sistemas que otimizam os processos e integram dados, por exemplo, é fundamental para melhorar as atividades e proporcionar uma gestão da clínica mais eficiente. Para isso, procure escolher o melhor sistema para consultórios a fim de obter resultados satisfatórios, evitar crises e futuros problemas no gerenciamento e, otimizar o seu funcionamento.

Confira algumas das funcionalidades de um software médico:

  • atendimento automatizado;
  • agendamentos e cancelamentos de consultas;
  • armazenamento na nuvem;
  • administração financeira;
  • assinatura digital;
  • telemedicina;
  • otimização de tempo;
  • redução e custos.

Agora que você conhece os principais sinais que indicam que a gestão da clínica está comprometida, procure se atentar a eles e investir em melhorias. Dessa forma, sua equipe garante maior produtividade, o trabalho do profissional de saúde é facilitado, os pacientes ficam satisfeitos e seu consultório atrai mais pessoas.

Este artigo foi útil? Lei também nosso conteúdo sobre as melhores práticas de gestão de clínicas e consultórios!

Otimize a gestão da clínica com um software de gerenciamento simples e intuitivo!
Otimize a gestão da clínica com um software de gerenciamento simples e intuitivo!

Tags: | | |

Receba dicas de gestão para sua clínica ou consultórios.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Carolina Sossai Cardoso
Carolina Sossai Cardoso

Formada em Publicidade e Propaganda | Produtora de conteúdo otimizados (SEO), Copywriter e Redatora.

Em conformidade com Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e GDPR, este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar e personalizar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Para mais detalhes acesse nossa Política de Privacidade.