fbpx
Início de carreira: os desafios dos médicos recém-formados

A carreira médica é uma das mais valorizadas e prestigiadas do mundo. No entanto, quando você acabou de se formar, o início de carreira pode parecer desafiador. Afinal, o profissional terá grandes responsabilidades.

Essa profissão proporciona boas remunerações, mas os desafios do dia a dia no trabalho também fazem parte da rotina do médico. Além disso, a pandemia do coronavírus pegou muitos de surpresa, afetando o cotidiano de diversos profissionais. Um exemplo disso foi a medida provisória do MEC (Ministério da Educação) que permitiu a antecipação da formatura dos alunos do curso de Medicina.

Ainda tem a dúvida se o profissional recém-formado deve abrir sua clínica, conquistar seus clientes, ter sua própria agenda de atendimentos, se estabelecer como profissional liberal ou trabalhar para outras empresas, clínicas e hospitais.

Acompanhe este conteúdo para entender melhor sobre o assunto e conferir algumas dicas que ajudam você a enfrentar os desafios dessa área!

Conheça os desafios do início de carreira de um médico

Entendemos como pode ser complicado sair da faculdade e atuar na área médica diante dos desafios e da rotina. Porém, ao conhecê-los é possível aplicar técnicas para melhorar seu trabalho e lidar melhor com qualquer contratempo. Então, veja os desafios mais comuns de um profissional de saúde recém-formado e depois, confira algumas sugestões de como superá-los.

Conhecimento prático

No início de carreira um grande desafio é conseguir um plantão para atuar na área. Isso porque os médicos acabaram de sair da faculdade e ainda estão conhecendo toda a área e o que desejam seguir.

Além disso, a pessoa recém-formada apresenta uma grande carga de conhecimento teórico, mas pouco conhecimento prático. Por isso, às vezes, é complicado ingressar em um hospital ou clínica de saúde.

No entanto, esse mercado mostra um cenário bastante positivo, com uma taxa de 97% de empregabilidade. Ainda, o salário desses profissionais são 60% mais altos que os especialistas em odontologia, por exemplo, que é a segunda atividade mais lucrativa do país.

Jornada de trabalho

Outro ponto está relacionado ao tempo que o profissional passa trabalhando e se dedicando à profissão. Para quem não conhece esse setor, pode parecer que o médico trabalha pouco, ganhando muito. Porém, as jornadas de trabalho desses indivíduos são bem cansativas e extensas.

Aqueles que atuam em plantões, por exemplo, enfrentam esse desafio todo dia. Isso porque são diversos pacientes com diferentes demandas para atender. Nesse momento, é complicado conciliar todas as atividades do dia e ainda fazer residência, estudar, cuidar da própria saúde e ter um bom relacionamento com os pacientes.

Especialização

Ao se formar, um médico pode seguir diversas áreas. Atualmente, houve um grande desenvolvimento na Medicina, criando mais especialização para os profissionais. No total, existem 55 especialidades e 59 áreas de atuação reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Ainda, o mercado atual apresenta muitas exigências, impactando nas decisões de escolha da especialização médica. Geralmente, é necessário se especializar para se destacar diante milhares de outros médicos e obter reconhecimento na área.

Nesse sentido, o início de carreira pode ser um desafio, principalmente porque as especializações são de longos períodos e estão cada vez mais difíceis. Desse modo, a dedicação do profissional de saúde precisa ser maior a fim de conciliar com seus atendimentos.

Pandemia

Como citamos, a pandemia do coronavírus gerou diversos impactos na área da saúde. Em relação aos médicos recém-formados, temos a questão do adiantamento da graduação para os jovens reforçarem a equipe médica em hospitais do país a fim de conter o vírus e cuidar dos pacientes.

No entanto, isso gerou grandes medos e dificuldades. Segundo a fala do médico recém-formado Elton Costa Morais, ele e seus colegas se viram médicos em um momento que ainda não esperavam ser, carregando grandes responsabilidades. Além disso, houve também a preocupação com a própria vida e com os familiares, e toda questão psicológica para lidar com esse cenário.

Relacionamento com paciente

Outro desafio comum no início de carreira é o processo de compreender seus pacientes e desenvolver uma boa relação com eles. Geralmente, as pessoas vão ao médico buscando uma solução rápida e querem resultados de exames em pouco tempo. Contudo, o profissional também não pode dar um diagnóstico sem antes ter certeza do caso. Por isso, esses momentos se tornam bastante delicados, exigindo uma boa atitude do médico para lidar com cada pessoa.

No caso daqueles que investem na própria clínica, essa situação também está presente na hora de atrair pacientes para obter mais consultas. O médico dono próprio negócio precisa administrar a empresa, contratar funcionários, organizar os equipamentos, controlar estoque e conquistar pacientes para manter a saúde financeira da clínica. Ainda, ele precisa desenvolver uma boa habilidade de comunicação a fim de mostrar interesse nos problemas dos pacientes e conversar para entender o que eles sentem, demonstrando que estão em um local seguro.

Saiba como superar esses desafios

Os desafios dessa profissão podem parecer um tanto quanto complicados, mas é importante ter em mente que, mesmo com as dificuldades, essa área apresenta diversos pontos positivos, como a capacidade de ajudar pessoas que precisam, estabilidade financeira, bons ganhos, retorno emocional e possibilidade de ajustar seu horário de trabalho.

Algumas dicas para enfrentar esses desafios são:

  • Investir em cursos e especialização;
  • Ser voluntariado para ganhar experiência;
  • Acompanhar médicos mais experientes e que são referência na área;
  • Tirar sempre suas dúvidas para não gerar inquietações e incertezas;
  • Estar em constante atualização sobre a Medicina.

Entenda como a tecnologia pode ajudar um profissional de saúde recém-formado

Mais uma dica importante para o médico lidar com os desafios do início de carreira é contar com a tecnologia no seu trabalho. A Telemedicina, por exemplo, possibilitou que vários médicos atendessem pacientes de todo o mundo.

Para aqueles que optaram por abrir sua própria clínica ou consultório, a tecnologia também tem um papel fundamental: automatizar as tarefas do a dia a dia. Hoje, existem ótimos softwares  médicos no mercado que otimizam a gestão da clínica e facilitam o trabalho de secretárias e profissionais de saúde.

Portanto, saiba usar as ferramentas e facilidades da atualidade a seu favor.

Você viu que os médicos no início de carreira enfrentam vários desafios. Contudo, é fundamental ter em mente que você não se torna reconhecido na profissão de um dia para o outro. Com muito estudo, dedicação e paciência é possível construir uma carreira de sucesso.

Leia também nosso conteúdo sobre os desafios do empreendedorismo feminino na área da saúde.

Tags: | | |

Sobre o Autor

Carolina Sossai Cardoso
Carolina Sossai Cardoso

Formada em Publicidade e Propaganda | Produtora de conteúdo otimizados (SEO), Copywriter e Redatora.

Em conformidade com Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e GDPR, este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar e personalizar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Para mais detalhes acesse nossa Política de Privacidade.