fbpx
Medicina do trabalho: uma especialidade em alta

Para prevenir possíveis riscos ou doenças no ambiente profissional, as empresas e profissionais recorrem a medicina do trabalho. Uma especialidade que cuida de tudo que envolve um profissional em uma empresa. Ela também está relacionada a diversas normas que as organizações precisam seguir para garantir a saúde dos seus trabalhadores.

Atualmente, muitos negócios implementam a medicina do trabalho como índice de qualidade para sua produção. Isso é diferente de antigamente, em que muitas indústrias colocavam seus trabalhadores em situações de riscos e sem proteção.

Diante do amadurecimento desse cenário, as empresas estão mais conscientes e procuram o atendimento da medicina do trabalho. Com isso, muitos profissionais de saúde exploram e trabalham nessa área para atender outros trabalhadores.

Neste artigo, apresentaremos tudo que você precisa saber sobre essa especialidade que está em alta. Confira!

O que é medicina do trabalho?

A medicina do trabalho surgiu como uma necessidade, após a Revolução Industrial, devido ao aumento da produção e dos trabalhos. Com isso, foi-se preciso avaliar com mais cuidado saúde dos profissionais. Sendo assim, a ela é voltada para a prevenção e tratamento de quaisquer doenças e condições que envolvem as atividades profissionais.

Quais as funções do médico do trabalho?

Muitas pessoas pensam que o médico do trabalho é quem que faz exames ocupacionais, de admissão, demissão e periódicos. Contudo, essa profissão vai além dessas funções.

Apesar de o profissional realizar esses exames, ele também realiza o mapeamento dos riscos ocupacionais na empresa, faz a avaliação dos postos de trabalho, atende os trabalhadores e recebe, entende e escuta as demandas desses indivíduos.

Desse modo, ele é capaz de adaptar as situações dos postos de trabalho e outras atividades dentro da realidade do trabalhador. Isso também ocorre, principalmente, em locais em que pessoas com deficiência trabalham.

Além disso, esse médico deve informar as responsabilidades e limites de um trabalhador. Isso pode ser feito por meio da conscientização acerca dos limites das pessoas em suas atividades profissionais, evitando assim se exporem em excesso, se acidentarem ou ficarem doentes.

Outra função do profissional da medicina do trabalho é realizar os exames preventivos e se atentar sobre as principais doenças ocupacionais, como:

  • Lesão por esforço repetitivo (LER);
  • Asma ocupacional;
  • Problemas de visão;
  • Dermatose ocupacional;
  • Catarata ocular;
  • Síndrome de burnout;
  • Surdez (temporária ou definitiva);
  • Estresse;
  • Doenças psicossociais;
  • Distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho (DORT).

Medicina do trabalho: o que é e quais são suas funções

Como é o mercado de trabalho para esse profissional?

O mercado da medicina do trabalho engloba a parte de atuação como médico examinador, por meio dos exames ocupacionais. No entanto, os profissionais que também atuam nessa área podem não ser especialistas em medicina do trabalho.

Isso porque a lei não exige um profissional especializado nessa área para realizar essa função. Ela exige que o profissional de saúde que tenha conhecimento sobre o trabalho em que o paciente executa.

Mas afinal, o que é preciso para ser médico do trabalho?

Geralmente, esse profissional é contrato por uma empresa e realiza a função de gestor de saúde ocupacional. Ele gerencia um setor de saúde ocupacional que pode ter outros médicos e enfermeiros, trabalhando também com uma equipe de segurança do trabalho.

Diante disso, suas atividades envolvem olhar para o trabalhador, entender possíveis riscos dentro desse ambiente, tentar adequar a situação de saúde perante cada atividade que os profissionais exercem.

Portando, isso também envolve conversas com a área de Recursos Humanos, adaptação de trabalhos, mudanças de cargo e conversa com gestores e líderes. Ainda, o profissional da medicina do trabalho faz treinamento sobre saúde, promovendo palestras e ensinamentos para outras empresas.

Além disso, essa área envolve situações relacionadas ao setor judiciário devido a processos trabalhistas que as empresas podem receber.

Quais são os objetivos da medicina do trabalho?

De modo geral, são 3 objetivos principais que envolvem essa carreira:

  • Prevenir doenças que o trabalhador pode estar exposto no ambiente de trabalho;
  • Aplicar o Programa de controle médico de saúde ocupacional (PCMSO) conforme cada setor da organização;
  • Indicar os exames certos para cada profissional realizar com periodicidade a fim de acompanhar sua saúde.

O que a legislação diz sobre a Medicina do Trabalho?

As NR’s (Normas Regulamentadoras) são descritas por meio da Portaria N.º 3.214/1978 que incluem 28 normas. Em sua última revisão, já estamos com 37 NR’s.

Algumas das modificações da lei alteraram diversas exigências para a área de medicina do trabalho, especialmente em relação ao trabalho terceirizado.

Além disso, também houve a implementação do Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas — local onde deve haver uma comunicação a respeito das informações acerca dos trabalhadores pelos empregadores. Foi em 2018 que as empresas começaram a ser obrigadas a enviar os dados ao programa.

Qual a importância da Medicina do Trabalho?

Como já informamos, a medicina do trabalho é responsável por garantir a perversão e cuidados com a saúde dos profissionais. Por isso, ela deve ser implementado nas empresas para obter um controle do ambiente de trabalho, evitando o comprometimento da saúde dos trabalhadores.

Sendo assim, o médico do trabalho devem informar os trabalhadores, garantindo os equipamentos de proteção individual (EPI) para aqueles que trabalham em indústrias, por exemplo.

Além disso, essa profissão é responsável por orientar os funcionários quanto a hábitos saudáveis, exercícios físicos, carga de trabalho de modo a desempenhar sua função sem prejudicar a saúde. Portanto, a medicina do trabalho é muito importante em diversos aspectos e deve ser implementada nas organizações.

Quais os profissionais da medicina do trabalho?

Se você imaginava que é somente um médico que é responsável por esse cargo, existem também outros profissionais fundamentais para o segmento. Conheça.

  • Técnico em enfermagem do trabalho;
  • Engenheiro em segurança do trabalho;
  • Fisioterapeuta do trabalho;
  • Enfermeiro do trabalho;
  • Nutricionista;
  • Ergonomista;
  • Psicólogo.

Atualmente, muitos desses profissionais estão cada vez mais requisitados dentro das empresas para garantir a saúde dos colaboradores, tanto a saúde física quanto mental. Em 2022, a Síndrome de burnout foi reconhecida como doença ocupacional, mudando diversas questões para o trabalhador.

Agora que você sabe o que é medicina do trabalho e quais são os profissionais que atuam nessa área, é possível analisar se você deseja seguir essa profissão ou até mesmo realizar alguns trabalhos para explorar o setor, aumentando sua experiência e autoridade médica.

Tags: |

Sobre o Autor

Carolina Sossai Cardoso
Carolina Sossai Cardoso

Formada em Publicidade e Propaganda | Redatora e Produtora de conteúdo otimizados (SEO), Copywriter e Link Builder.

Solicite uma demonstração.

Preencha o formulário abaixo e um de nossos consultores entrará em contato para apresentar tudo o que podemos fazer pela sua clínica ou consultório.