fbpx
Como definir o público-alvo da sua clínica ou consultório

Todo consultório médico que deseja atrair pacientes e fidelizá-los deve elaborar uma estratégia de marketing eficiente. Para isso, um dos primeiros passos é a definição do público-alvo do seu negócio.

A partir dele, é possível identificar quem são as pessoas interessadas no seu serviço a fim de direcionar as suas ações de marketing. Esse recurso também contribui para o médico estabelecer um relacionamento de confiança com os pacientes. Normalmente, sem esse entendimento, uma empresa não seria capaz de conquistar um crescimento contínuo e alavancar suas vendas.

Neste artigo, explicaremos como definir o público-alvo da sua clínica. Confira!

Passo a passo para definir o público-alvo do seu consultório

Ter um público-alvo bem definido no plano de marketing da sua instituição de saúde permite que os gestores desenvolvam estratégias que gerem ganhos satisfatórios. Além disso, esse conhecimento colabora para a criação de uma comunicação personalizada com os seus pacientes.

Essa tática também ajuda a diferenciar sua empresa dos concorrentes. Afinal, o gestor é capaz de observar novas oportunidades e diminuir custos com ações de marketing.

No entanto, para definir um público-alvo é fundamental conhecer os objetivos do seu consultório, quais são seus pontos fortes e fracos, e quais tratamentos são usados para recepcionar os visitantes da clínica. Com isso, é possível definir um público conforme os propósitos da clínica de modo que suas iniciativas tenham bons resultados no futuro. A seguir, veja um passo a passo de como definir o seu público-alvo!

Pesquise e estude sobre seu mercado

Analisar o mercado em que você atua, seus principais concorrentes e o perfil dos pacientes é fundamental para reconhecer seu negócio e criar diferenciais. Dessa forma, você é capaz de desenvolver ações que realmente funcionam e atraem visitantes para a sua clínica.  Essa pesquisa também ajuda a evitar possíveis erros na criação da estratégia de marketing.

Nessa etapa, responda a seguintes perguntas:

  • Que tipo de serviço seus concorrentes oferecem?
  • Qual as maiores necessidades dos seus pacientes?
  • Qual região sua clínica está localizada?
  • Existem outras clínicas e consultórios por perto?
  • Qual a faixa etária predominante na área?
  • Qual é a faixa de renda dos moradores do bairro?

Essas questões auxiliam muito na hora de visualizar o seu público-alvo e desenvolver as campanhas do seu consultório. Para isso, realize pesquisas ou confira estudos já existentes que o ajudem a organizar esse projeto.

Ainda, utilize as redes sociais de modo a observar como os perfis de concorrentes funcionam, o que os usuários comentam, como interagem e o que compartilham. Nesse caso, se atende para o que chama a atenção das pessoas e o que elas gostam de curtir e comentar.

Entreviste seus pacientes

Sempre converse com os seus pacientes de maneira informal. Além disso, deixe que eles falem suas necessidades e contem a sua história de vida. Isso ajuda a descobrir diversos elementos importantes, como idade, profissão, o que esperam do seu serviço, situação econômica, etc.

Por meio dessas informações, a sua clínica tem a oportunidade de desenvolver o público-alvo ideal, que represente a figura real dos seus pacientes. Se você ainda é novo no mercado e não tem pacientes, analise os indivíduos que frequentam os seus concorrentes ou os usuários que acompanham suas redes sociais. A partir das interações e comentários é possível descobrir o perfil das pessoas de modo a elaborar um público-alvo.

Utilize segmentações

Segmentar o mercado em que seu negócio atua é ideal para entender o seu nicho de atuação. Com isso, você identifica onde seus pacientes estão inseridos e quais áreas sua clínica tem mais chances de sucesso. Algumas sugestões de segmentações incluem:

  • Demográfica: gênero, idade, renda do paciente, escolaridade, se ele tem filhos, etc;
  • Psicográfica: aqui entram questões sobre a personalidade do público-alvo, suas preocupações, valores e entre outras características que envolvem o seu estilo de vida;
  • Geográfica: diz respeito a região, cidade e bairro do seu consultório e se é uma área residencial e comercial.

Desse modo, o gestor da clínica é capaz de entender as características da sua empresa e dos pacientes, obtendo mais detalhes sobre o seu público-alvo. Geralmente, esse conhecimento faz toda a diferença na hora de fidelizar pacientes.

Baseie-se em dados

Tomar decisões com base em dados é muito importante para ter sucesso nas suas ações. Por isso, defina o público-alvo a partir de informações reais sobre os seus pacientes. Não adianta coletar dados prontos da internet ou dos concorrentes, sendo que o serviço que você oferece não faz parte do mesmo segmento.

Além disso, tomar decisões relevantes para seu negócio com base em “achismos” tende a prejudicar suas ações e há maior chances de erros. Portanto, realize pesquisas e entrevistas com os seus pacientes. Nesse momento, outra dica é utilizar ferramentas online, como formulários do Google e redes sociais.

Ainda, também é possível coletar os dados dos pacientes já cadastros no seu sistema. Porém, tenha cuidado com as informações sensíveis de cada indivíduo e deixe claro na política da sua clínica como esses dados são utilizados. Isso demonstra conhecimento e atenção sobre as normas da LGPD de modo a garantir a segurança dos dados.

Saiba a diferença entre público-alvo e persona

Um ponto fundamental no processo de criar o público-alvo da sua clínica é entender qual a sua diferença em relação à persona. O que diferencia os dois conceitos é que o primeiro é mais amplo, enquanto a persona é mais específica, levantando as preferências, hábitos e características psicológicos do personagem fictício.

Geralmente, a definição da persona exige uma pesquisa mais detalhada, tendo como objetivo mostrar os objetivos do potencial paciente, seus desejos e sonhos, dificuldades e entre outros.

Defina o seu público-alvo de fato

Após conferir algumas dicas de como estabelecer um público para a sua clínica, é hora de colocar em ação as informações recolhidas. Nesse processo, o mais importante é que você compreenda com quem seu negócio deve conversar e quais as vantagens que seu serviço apresenta para esses indivíduos.

Sendo assim, preencha os dados demográficos e geográficos do seu público-alvo, além de incluir algumas características comportamentais e hábitos de consumo.

Reveja seu público-alvo

Por último, reveja o seu público de tempos em tempos. Essa etapa é fundamental para o médico verificar se houve mudanças no perfil dos pacientes da sua clínica e o que deve ser alterado nas suas ações de marketing.

Portanto, revise e adapte esse elemento de acordo com o que foi observado. Com isso, sua comunicação será mais eficiente e estará sempre atualizada, o que mantém uma identificação com o seu público.

Agora que você sabe como definir o público-alvo do seu consultório, coloque essa ação em prática. Assim, sua estratégia de marketing terá melhores resultados e seu negócio conseguirá atrair mais pacientes. Ainda, é possível desenvolver uma linguagem que corresponda ao seu público, definir os melhores canais de comunicação para a sua clínica e produzir conteúdos relevantes para esses indivíduos.

Gostou deste passo a passo? Confira também nosso artigo sobre o que é jornada do paciente e qual sua importância para as clínicas!

Experimente gratuitamente o software 4Medic e aproveite nossas funcionalidades!
Experimente gratuitamente o software 4Medic e aproveite nossas funcionalidades!

Tags: |

Sobre o Autor

Carolina Sossai Cardoso
Carolina Sossai Cardoso

Formada em Publicidade e Propaganda | Produtora de conteúdo otimizados (SEO), Copywriter e Redatora.

Em conformidade com Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e GDPR, este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar e personalizar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Para mais detalhes acesse nossa Política de Privacidade.