fbpx
Veja a importância da segurança da informação nas clínicas e consultórios

Você já ouvir falar sobre a segurança da informação na área da saúde? Ela foi estabelecida por meio de normas nacionais e internacionais. Com isso, o armazenamento e proteção dos dados é responsabilidade das clínicas e consultórios.

No Brasil, a segurança das informações tem suas regras especificadas na ISO/ABNT 27001. Sendo assim, para as instituições de saúde, é fundamental contar com sistemas de segurança. Além de proteger os dados dos pacientes, esse recurso garante a continuidade dos serviços, reduz os prejuízos e amplia o retorno sobre o investimento.

Ainda, a resolução do Conselho Federal de Medicina n° 1997/2012 considera que o conteúdo do prontuário é um documento amparado pelo sigilo profissional. Portanto, o vazamento de dados pode comprometer a imagem de uma clínica e gerar problemas jurídicos.

Continue lendo para saber como garantir a segurança da informação no seu negócio!

Você sabe quais são os principais motivos para investir na segurança da informação?

A segurança da informação previne perdas de documentos, desgaste temporal de arquivos físicos ou até roubos. Isso também representa grandes vantagens para um consultório, como a redução do papel.

Nesse momento, não devemos considerar apenas a segurança digital. Por isso, além do investimento em proteger os dados dos seus pacientes, é possível evitar prejuízos com situações que podem surgir no ambiente real da clínica.

No meio digital, os profissionais da saúde conseguem obter uma segurança de informação mais eficiente. Isso porque um software médico de qualidade permite restringir os dados e selecionar quais secretárias podem acessar determinadas informações.

Além disso, armazenar os dados em um sistema para clínicas permite colocar prática ações mais sustentáveis. Atualmente, isso é algo muito importante, já que cada vez mais os consumidores exigem das empresas serviços e produtos conscientes e que promovem o desenvolvimento da sustentabilidade no Brasil e no mundo.

Ainda, ter todas as informações em uma plataforma digital traz mais conforto para os médicos e pacientes, já que ela facilita a comunicação, otimiza os processos e aumenta a produtividade. Dessa forma, esses motivos oferecem uma melhora na visibilidade da clínica, bem como sua imagem perante seus pacientes.

Quais as consequências do vazamento de dados?

Com a resolução n° 1997/2012 que visa garantir o sigilo de prontuários médicos, existem duas consequências para uma instituição de saúde quando há vazamento de informações: a de imagem e a legal.

Em uma situação onde há confidencialidade violada, por exemplo, um paciente pode entrar com um processo legal contra a clínica ou consultório por não manter seus dados seguros. Além disso, esse acontecimento faz com que a pessoa sinta constrangida, além de ter sua intimidade prejudicada.

Portanto, além de sofrer com problemas jurídicos, a clínica ou consultório passa a ser vista com desconfiança. Isso reduz o número de pacientes, pois ninguém pretende fazer exames em um local que não garante a segurança da informação. Em alguns casos, os danos à imagem podem ser irreparáveis.

Afinal, como garantir a segurança da informação em sistemas médicos?

A transformação digital mudou diversas atividades e processos nas organizações, inclusive no setor da saúde. Ela também proporcionou muitas vantagens para as clínicas e consultórios, como a telemedicina, automação dos processos, tecnologia na nuvem e entre outras.

Diante disso, algumas atividades tornaram-se fundamentais para reduzir riscos em relação à segurança da informação nesses negócios. Por exemplo, o uso de softwares na nuvem que contam com criptografia e backups de dados. Portanto, a confidencialidade e integridade das informações são questões indispensáveis quando se trata da saúde.

Além disso, esses pontos têm ganhado cada vez mais atenção à medida que cresce a automação dos processos nessa área e novas leis de proteção de dados (LGPD) são implementadas. Afinal, as ameaças podem colocar em risco os pacientes, afetar a reputação da instituição de saúde e prejudicar o médico devido à falta de ética profissional.

No entanto, ao investir em um sistema que garante a segurança da informação, você diminui as chances de vazamento de dados, roubos, perdas de documentos e falsificações. Para isso, diversas ferramentas são utilizadas, como os softwares de gestão.

Então, acompanhe algumas dicas sobre como garantir a segurança da informação em sistemas médicos!

Invista no armazenamento na nuvem

Hoje, ainda é comum encontrar clínicas e consultórios que utilizam arquivos de papel, armários, gavetas e pastas para armazenar informações e documentos dos pacientes. Porém, como dissemos neste artigo, essa prática pode causar diversos riscos e problemas para a empresa.

Diante disso, uma alternativa favorável são as ferramentas de gestão que integram as informações e oferecem armazenamento de dados na nuvem (cloud computing, em inglês). Assim, essa tecnologia oferece segurança da informação e integridade dos dados dos pacientes.

Além disso, esse recurso permite que as informações sejam acessadas remotamente em qualquer dispositivo. Isso proporciona mais flexibilidade, agilidade e conforto para o médico.

Utilize um bom software de gestão para clínicas

Contar com um software médico de qualidade é essencial para as instituições de saúde que buscam garantir a segurança da informação. Além dessa ferramenta incluir diversas funcionalidades, ela auxilia no gerenciamento do negócio e, oferece mais produtividade e eficiência nos processos.

Dessa forma, é possível obter qualidade nos procedimentos médicos. Por exemplo, o uso do  prontuário médico eletrônico melhora o atendimento médico com o paciente, uma vez que todo histórico da pessoa está armazenado nessa ferramenta.

Conscientize os colaboradores sobre a importância da segurança da informação

É essencial que as secretárias e os profissionais de saúde tenham uma atenção especial para os dados dos pacientes, já que eles são sigilosos e confidenciais. Por isso, é fundamental que todos entendam sobre essa necessidade, pois, senão, de nada adianta investir em um sistema médico.

A partir dessa ação de conscientização da equipe responsável por utilizar o software, é possível reforçar a importância da segurança da informação, além de conhecer suas regras e implicações. Para isso, um treinamento sobre o recurso e ações que estimulem a segurança na clínica fundamentais para a proteção dos dados.

Não discuta ou publique casos clínicos dos seus pacientes nas redes sociais

Todos os profissionais de saúde e funcionários da área precisam saber que não é recomendável trocar informações ou até mesmo fotos dos procedimentos médicos dos seus pacientes nas redes sociais.

Esse meio de comunicação são deve ser utilizado com esse objetivo. Lembre-se de que qualquer tipo de material só pode ser publicado com o consentimento do paciente.

Agora que você sabe sobre a importância da segurança da informação nas clínicas e consultórios, procure adequar sua empresa a todos os pontos citados. Dessa forma, você garante proteção aos dados dos pacientes, aumenta a sua satisfação e evita problemas legais para a instituição de saúde.

O que achou deste conteúdo? Se você deseja investir em um sistema médico, mas não sabe se ele atenderá suas necessidades, faça um teste gratuito do software de gestão da 4Medic e veja como funciona na prática!

software médico para garantir a segurança da informação
Cadastre-se e teste nosso software médico para garantir segurança da informação na sua clínica!

Tags: | | | | |

Receba dicas de gestão para sua clínica ou consultórios.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Carolina Sossai Cardoso
Carolina Sossai Cardoso

Formada em Publicidade e Propaganda | Produtora de conteúdo otimizados (SEO), Copywriter e Redatora.

Em conformidade com Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e GDPR, este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar e personalizar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Para mais detalhes acesse nossa Política de Privacidade.