(35) 3713-2218 / (35) 98866-1902

Bula do Medicamento Cefalotil

Cefalotil - Bula do remédio

Cefalotil com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Cefalotil têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Cefalotil devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

União Química

Referência

Cefalotina

Apresentação de Cefalotil

Pó para sol. inj.: caixa c/ 50 fr.-ampola de 1g + 50 amp. de diluente.

Contra-indicações de Cefalotil

O produto é contra-indicado a pacientes com alergia conhecida aos antibióticos do grupo das Cefalosporinas.

Cefalotil - Posologia

Para adultos, a variação da dose é de 500 mg a 1 g de Cefalotina, a cada 4 ou 6 horas. A dose de 500 mg a cada 6 horas é adequada na pneumonia não-complicada, furunculose com celulite e na maioria das infecções das vias urinárias. Nas infecções graves, esta dose poderá ser aumentada, administrando-se injeções a cada 4 horas ou quando a resposta desejada não for obtida, elevando-se a dose para 1g. Nas infecções com mau prognóstico, doses de até 2g a cada 4 horas poderão ser necessárias. Na profilaxia pré-operatória para prevenir infecção pósoperatória em cirurgias contaminadas ou potencialmente contaminadas, em adultos, é recomendado 1 a 2 gramas durante a cirurgia e 1 a 2 gramas a cada 6 horas nas 24 horas após a cirurgia. Em crianças devem ser administrados 20-30 mg/kg no mesmo esquema utilizado em adultos. Quando a função renal estiver reduzida poderá ser dada uma dose inicial de 1 a 2 gramas por via intravenosa. O esquema de dose a ser continuado será determinado de acordo com o grau de insuficiência renal, gravidade da infecção e sensibilidade do microrganismo causador. As doses máximas administradas deverão ser baseadas nas seguintes recomendações: DOSES DE CEFALOTINA NA INSUFICIÊNCIA RENAL - Insuficiência leve (Ccr=80-50 ml/min): 2 g cada 6 horas - Insuficiência moderada (Ccr=50-25 ml/min) :1,5 g cada 6 horas - Insuficiência grave (Ccr=25-10 ml/min): 1 g cada 6 horas - Insuficiência acentuada (Ccr=10-2 ml/min): 0,5 g cada 6 horas - Essencialmente nenhuma função (Ccr=

Bulário Eletrônico

Bulário 4medic, contém tudo o que é preciso saber sobre o remédio como indicações, dosagem/posologia, efeitos colaterais, contraindicações, advertências, precauções e armazenamento de forma simples e intuitiva.