(35) 3713-2218 / (35) 98866-1902

Bula do Medicamento Ceftrat

Ceftrat - Bula do remédio

Ceftrat com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Ceftrat têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Ceftrat devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

União Química

Referência

Cefazolina

Apresentação de Ceftrat

Pó para sol. inj.: caixa c/ 1 e 50 fr.-ampola de 1g.

Contra-indicações de Ceftrat

A Cefazolina é contra-indicada em pacientes com hipersensibilidade conhecida aos antibióticos do grupo das cefalosporinas.

Ceftrat - Posologia

Pneumonia pneumocócica - 500 mg - a cada 12 horas Infecções leves causadas por cocos Gram-positivos sensíveis - 250 a 500 mg - a cada 8 horas Infecções do trato urinário - agudas e não complicadas - 1000 mg - a cada 12 horas Infecções moderadas a graves - 500 a 1000 mg - a cada 6 a 8 horas Infecções graves e gravíssimas - (endocardite e septicemia)* - 1000 a 1500 mg - a cada 6 horas Em raras situações doses de 12 g/dia de Cefazolina foram usadas. Uso profilático perioperatório: Para prevenir a infecção pós-operatória em cirurgias contaminadas ou potencialmente contaminadas, as doses recomendadas são: a) 1g IV ou IM, administrado 30 a 60 minutos antes do início da cirurgia. b) Para cirurgias prolongadas (por exemplo, 2 horas ou mais): 0,5 a 1 g IV ou IM durante a cirurgia (a administração pode ser modificada dependendo da duração da cirurgia). c) 0,5 a 1 g IV ou IM, a cada 6 a 8 horas, por 24 horas após a operação. É importante que: - a dose pré-operatória seja administrada 30 a 60 minutos antes do início da cirurgia, de maneira que níveis adequados de antibióticos estejam presentes no soro e tecidos no momento da incisão inicial; - a Cefazolina será administrada, se necessário, em intervalos apropriados durante a cirurgia, para proporcionar níveis suficientes de antibiótico nos momentos previstos de maior exposição aos microrganismos infectantes. Em cirurgias em que a ocorrência de infecção representa um grave risco (por exemplo, cirurgia cardíaca e artroplastia com prótese), a administração profilática de Cefazolina deve ser continuada por 3 a 5 dias após a cirurgia. Ajuste de dose em pacientes com função renal reduzida: A Cefazolina pode ser administrada por pacientes com insuficiência renal seguindo os seguintes ajustes de dose: -Pacientes com a depuração de creatinina maior ou igual a 55 ml/min ou creatinina sérica menor ou igual a 1,5 mg% podem receber a dose total; - Pacientes com depuração de creatinina de 35 a 54 ml/min ou creatinina sérica de 1,6 a 3,0 mg% podem receber a dose total com intervalo de 8 horas; -Pacientes com depuração de creatinina de 11 a 34 ml/min ou creatinina sérica de 3,1 a 4,5 mg% devem receber a metade da dose usual a cada 12 horas; - Pacientes com depuração da creatinina menor ou igual a 10 ml/min ou creatinina sérica maior ou igual a 4,6 mg% devem receber metade da dose usual a cada 18 a 24 horas; - Todas as recomendações de redução de doses devem ser aplicadas após uma dose inicial de reforço apropriada à gravidade da infecção. - Pacientes submetidos à diálise peritoneal: ver item Características. Dose pediátrica: A dose diária total de 25 a 50 mg/kg de peso corporal, dividido em 3 ou 4 doses iguais, é efetiva à maioria das infecções leves a moderadamente graves. A dose diária pode ser aumentada a 100 mg/kg de peso corporal para infecções graves. Como a segurança para a administração em prematuros e neonatos ainda não foi estabelecida, o uso de Cefazolina nestes pacientes não é recomendado. Em crianças com insuficiência renal leve a moderada (depuração da creatinina de 70 a 40 ml/min), 60% da dose diária normal administrada em doses divididas igualmente a cada 12 horas deverão ser suficientes. Em crianças com insuficiência moderada (depuração da creatinina de 40 a 20 ml/min), 25% da dose diária normal administrada em doses divididas igualmente a cada 12 horas deverão ser suficientes. Crianças com insuficiência renal grave (depuração da creatinina de 20 a 5 ml/min) podem receber 10% da dose normal diária a cada 24 horas. Todas as recomendações de dose se aplicam após uma dose inicial de reforço. Preparação da solução parenteral Após adição do diluente o medicamento deverá ser bem agitado e inspecionado visualmente antes da administração. Caso esteja evidente algum material particulado no fluido reconstituído, a solução deverá ser descartada. Quando reconstituída ou diluída, a Cefazolina é estável por 24 horas em temperatura ambiente ou por 10 dias se armazenado sob refrigeração (5o C). Esta solução reconstituída pode atingir a coloração de amarelo pálido a amarelo sem haver mudança na potência. ADMINISTRAÇÃO: Administração intramuscular: O conteúdo do frasco-ampola deve ser dissolvido em até 4,0 ml de água para injeção. Agitar bem até a dissolução do pó. A Cefazolina deverá ser injetada numa extensa massa muscular. É pouco freqüente a ocorrência de dor no momento da injeção. Administração intravenosa direta: O conteúdo do frasco-ampola de 1 g deve ser dissolvido em, no mínimo, 10ml de água para injeção, agitar o frasco-ampola até total dissolução do pó e injetar a solução lentamente por 3 a 5 minutos diretamente na veia ou através de tubo em pacientes que estejam recebendo fluidos parenterais. Infusão intermitente ou contínua: A solução deve ser reconstituída com 10 ml de água para injeção e em seguida diluída em 50 a 100 ml em uma das seguintes soluções intravenosas: -Cloreto de sódio -Dextrose 5 ou 10% -Dextrose 5% em Ringer Lactato -Dextrose 5% e Cloreto de sódio 0,9% -Dextrose 5% e Cloreto de sódio 0,45% -Dextrose 5% e Cloreto de sódio 0,2% -Ringer Lactato -Açúcar invertido 5 ou 10% em água para injeção -Solução de Ringer -Bicarbonato de sódio 5%

Bulário Eletrônico

Bulário 4medic, contém tudo o que é preciso saber sobre o remédio como indicações, dosagem/posologia, efeitos colaterais, contraindicações, advertências, precauções e armazenamento de forma simples e intuitiva.