(35) 3713-2218 / (35) 98866-1902

Bula do Medicamento Gel-lido

Gel-lido - Bula do remédio

Gel-lido com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Gel-lido têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Gel-lido devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Apsen

Apresentação de Gel-lido

Geléia tópica 2% - bisn. c/ 30 g - cx. c/ 1 e c/ 25 bisn..

Gel-lido - Indicações

Como anestésico no cateterismo, dilatação, cistoscopia, manipulações endouretrais. Tratamento local paliativo em cistites agudas dolorosas.

Contra-indicações de Gel-lido

Em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade aos anestésicos locais do tipo amida ou aos demais componentes da fórmula.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Gel-lido

Reações alérgicas podem ocorrer como resultado de sensibilidade ao anestésico local ou qualquer um dos componentes da fórmula. São extremamente raros os casos de reações alérgicas associadas a anestésicos locais do tipo amida (nos casos mais graves, choque anafilático). As reações adversas sistêmicas são raras e podem resultar de níveis plasmáticos elevados devido a dosagem excessiva, rápida absorção, hipersensibilidade, idiossincrasia ou reduzida tolerância do paciente. As reações do Sistema Nervoso Central incluem nervosismo, tontura, convulsões, inconsciência e, possivelmente, parada respiratória. As reações cardiovasculares incluem hipotensão, depressão miocárdica, bradicardia, e possivelmente, parada cardíaca.

Gel-lido - Posologia

Como a geléia é estéril, deve ser utilizada de uma só vez. Uretra masculina 1-Esterilizar em água fervente durante 5 minutos o cone plástico e atarraxá-lo ao tubo. 2-Lavar e desinfetar o meato. 3-Introduzir a extremidade do cone no meato e fixá-lo pelos dedos colocados no sulco bálano-prepucial. 4-Injetar espremendo o tubo até que o paciente manifeste uma sensação de tensão ou até ter usado metade do conteúdo do tubo. 5-Aplicar uma pinça peniana e esperar de 2 a 3 minutos. A anestesia é suficiente para cateterismos. 6-Para manipulação mais dolorosa e cistoscopias, complementar a injeção do restante da geléia, pedindo ao paciente que se esforce como se fosse urinar, a geléia passará à uretra posterior. Aplicar uma pinça peniana e esperar de 5 a 10 minutos. *** É necessário um tubo de geléia para encher e dilatar a uretra e produzir uma anestesia perfeita. Um pouco de geléia pode ser aplicada na sonda ou no cistoscópio servindo como lubrificante. Uretra feminina 1-Injetar de 3 a 5 ml da geléia. 2-Introduzir na uretra uma alça de metal embebida de geléia. 3-Colocar um pouco de geléia no meato e cobrir com um tampão de algodão.

Bulário Eletrônico

Bulário 4medic, contém tudo o que é preciso saber sobre o remédio como indicações, dosagem/posologia, efeitos colaterais, contraindicações, advertências, precauções e armazenamento de forma simples e intuitiva.