(35) 3713-2218 / (35) 98866-1902

Bula do Medicamento Lidocaína e Benzalcônio

Lidocaína e Benzalcônio - Bula do remédio

Lidocaína e Benzalcônio com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Lidocaína e Benzalcônio têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Lidocaína e Benzalcônio devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Referência

Band-aid spray anti-séptico (Johnson e Johnson)

Apresentação de Lidocaína e Benzalcônio

Líquido pulverizável - frasco contendo 50 mL dotado de válvula vaporizadora. Cada mL da solução contém 20 mg de cloridrato de lidocaína e 1,3 mg de cloreto de benzalcônio. Excipientes: água purificada, Aloe barbadensis, citrato de sódio, cloreto de sódio, edetato dissódico e poloxamer 188.

Lidocaína e Benzalcônio - Indicações

BAND-AID Spray Anti-Séptico é indicado para tratar pequenos ferimentos em geral. Combate os germes e as bactérias, ao mesmo tempo que alivia temporariamente a dor.

Contra-indicações de Lidocaína e Benzalcônio

BAND-AID Spray Anti-Séptico não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade conhecida ao cloridrato de lidocaína, cloreto de benzalcônio ou qualquer outro componente da fórmula.

Advertências

Somente para uso externo. Em caso de ferimentos profundos, mordidas de animais, ou queimaduras graves, consultar um médico. Interromper o uso e procurar um médico se os sintomas persistirem por mais de 7 dias ou piorarem. Usar uma quantidade suficiente, somente nas regiões afetadas. Este medicamento não deve ser utilizado na região dos olhos ou em grandes áreas do corpo. Em caso de ingestão acidental, procurar imediatamente um médico, levando consigo a bula deste medicamento. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Uso na gravidez de Lidocaína e Benzalcônio

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Interações medicamentosas de Lidocaína e Benzalcônio

O cloreto de benzalcônio é incompatível com sabões e outros surfactantes aniônicos, citratos, iodatos, nitratos, permanganatos, salicilatos, sais de prata e tartaratos. Foram observadas outras incompatibilidades com algumas misturas comerciais de borracha, plástico, e outras substâncias como alumínio, roupas de algodão, peróxido de hidrogênio, lanolina e algumas sulfonamidas.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Lidocaína e Benzalcônio

Em concentrações usualmente utilizadas na pele, o cloreto de benzalcônio geralmente não causa irritações, mas aplicações repetidas e prolongadas não são indicadas, uma vez que o cloreto de benzalcônio pode provocar hipersensibilidade em alguns pacientes. A absorção da lidocaína através das mucosas e superfícies lesadas é relativamente alta, podendo provocar efeitos sobre o Sistema Nervoso Central (SNC) e sobre o sistema cardiovascular.

Lidocaína e Benzalcônio - Posologia

Adultos e crianças acima de 2 anos de idade: aplicar sobre a área afetada, não mais que 3 a 4 vezes por dia.

Superdosagem

Caso ocorram reações indesejadas (vermelhidão, coceira, descamação da pele) decorrentes do uso excessivo e/ou prolongado, interromper imediatamente o uso. Embora raramente e somente se aplicada em grandes extensões de pele danificada e/ou mucosa, a lidocaína pode causar efeitos sistêmicos.

Características farmacológicas

Propriedades Farmacodinâmicas O cloreto de benzalcônio é um anti-séptico de amônio quaternário com propriedades e usos característicos de surfactantes catiônicos em geral. Esses surfactantes decompõem-se em solução aquosa em um cátion complexo e relativamente amplo, que é responsável pela atividade de superfície, e um ânion inativo menor. Em adição às propriedades detergentes e emulsificantes, os compostos de amônio quaternário tem atividade bactericida contra bactérias Gram-positivas e, em uma concentração mais elevada, contra algumas bactérias Gram-negativas. Algumas sub-espécies de Pseudomonas são particularmente resistentes assim como as cepas de Mycobacterium Tuberculosis. São ineficazes contra esporos bacterianos, tem atividade antifúngica variável, e são efetivos contra alguns vírus. Os compostos de amônio quaternário são mais efetivos em solução neutra ou levemente alcalina, e sua atividade bactericida é consideravelmente reduzida em meio ácido; sua atividade é realçada por álcoois. Como outros compostos de amônio quaternário, notadamente o cloreto de benzalcônio tem sido utilizado para limpeza de pele, feridas e queimaduras. O cloridrato de lidocaína é um anestésico local, que atua bloqueando reversivelmente o impulso nervoso. Nas condições de uso, em meio aquoso, a razão da base não ionizada em relação à forma catiônica depende do pKa do composto (entre 7,6 e 9,0) e do fluído do tecido. A base não ionizada penetra no revestimento nervoso, após o re-equilíbrio do pH interno do axônio, o cátion carregado é quantitativamente o principal agonista que reduz o bloqueio nervoso, impedindo a propagação do estímulo. Propriedades Farmacocinéticas O cloreto de benzalcônio é fracamente absorvido pela pele. Alguns relatórios sobre a absorção percutânea em recém-nascidos e crianças incluem um estudo no qual o cloreto de benzalcônio foi detectado em baixas concentrações no sangue venoso de 5 de 24 crianças, após a lavagem das mesmas com uma preparação contendo cloreto de benzalcônio a 4%; não foram observados efeitos adversos. Baixas concentrações têm sido detectadas no sangue venoso de recém-nascidos após o uso tópico de um pó contendo cloreto de benzalcônio a 1%. O cloridrato de lidocaína é rapidamente absorvido por membranas mucosas e através da pele danificada. A absorção através da pele intacta é fraca. Após uma dose intravenosa, a lidocaína é rapidamente e amplamente distribuída nos tecidos altamente perfundidos, seguindo-se pela redistribuição no músculo esquelético e tecido adiposo. A lidocaína está ligada às proteínas plasmáticas, incluindo alfa-1-glicoproteína ácida (AAG). A extensão da ligação é variável, porém é de aproximadamente 66%. A ligação da proteína plasmática da lidocaína depende em parte das concentrações de lidocaína e AAG. Qualquer alteração na concentração AAG pode afetar grandemente as concentrações plasmáticas da lidocaína.

Resultados de eficácia

Gainor et. all mostram que o cloreto de benzalcônio é superior à solução salina e outros detergentes/surfactantes testados para desinfetar aglomerados de bactérias. Essa atividade pode ser explicada devido as propriedades germicidas e detergentes do cloreto de benzalcônio. Os estudos ainda mostraram que o cloreto de benzalcônio é efetivo para a erradicação de cepas vivas de S. aureus, S. epidermidis e P. aeruginosa de matérias orgânicas e inorgânicas. Deve-se notar que algumas cepas de P. aeruginosa e Mycobacterium tuberculosis são resistentes e que esse desinfetante não é efetivo contra organismos formadores de esporos. 1 As ações farmacológicas da lidocaína são descritas por Goodman e Gilman. A lidocaína possui uma ação rápida, mais intensa, de longa duração e por uma maior extensão que uma concentração semelhante de procaína. Diferentemente da procaína, a lidocaína é uma aminoetilamina. É um agente de escolha portanto, para indivíduos sensíveis aos anestésicos locais do tipo éster.2 Referências 1. Gainor, B.J, et al. Benzalkonium Chloride: A Potencial Disinfecting Irrigation Solution. Journal of Orthopedic Trauma. Lippincott - Raven Publishers: Philadelphia, 1997. Vol. 11, No. 2, pp. 121-125. 2. Gilman, A.G, et al. Goodman and Gilmans - The Pharmacological Basis of Therapeutics. Macmillan Publishing Co., Inc.: New York, 1980. p. 308.

Modo de usar

Uso tópico externo. Após aberto, conservar em local seco e fresco e com a sobre-tampa devidamente acoplada à válvula. Não usar o produto com o prazo de validade expirado. Segurar o frasco com a válvula para cima, pressionar de 2 a 3 vezes a uma distância de 5 a 10 cm do ferimento.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Não usar em crianças menores de 2 anos de idade.

Armazenagem

Conservar na embalagem original, em local fresco.

Dizeres legais

Produzido e Embalado por: Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. Rodovia Presidente Dutra, km 154 São José dos Campos ? SP Sob autorização de: Johnson & Johnson Industrial Ltda. Rodovia Presidente Dutra, km 154 São José dos Campos ? SP CNPJ: 59.748.988/0001-14 Indústria Brasileira Resp. Técnico: Fernanda Runha CRF SP Nº 29761 M.S.: 1.0187.0255.005-1

Data da bula

Sep 12 2008 12:00AM

Bulário Eletrônico

Bulário 4medic, contém tudo o que é preciso saber sobre o remédio como indicações, dosagem/posologia, efeitos colaterais, contraindicações, advertências, precauções e armazenamento de forma simples e intuitiva.