(35) 3713-2218 / (35) 98866-1902

Bula do Medicamento Vermiben

Vermiben - Bula do remédio

Vermiben com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Vermiben têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Vermiben devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Cifarma

Apresentação de Vermiben

Vermiben 100 mg comprimidos - Embalagem contendo 6 comprimidos.*
Vermiben suspensão oral - Embalagem contendo frasco de 30 mL + copo-medida.**

USO ORAL ADULTO E PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO
Cada comprimido de Vermiben contém:
mebendazol ................................................................................................................100 mg
Excipientes q.s.p. .............................................................................................1 comprimido
(amido, estearato de magnésio, celulose microcristalina, corante amarelo de tartrazina, corante amarelo crepúsculo, álcool etílico, talco, laurilsulfato de sódio e povidona).

Cada mL da suspensão oral de Vermiben contém:
mebendazol .................................................................................................................... 20mg
Excipientes q.s.p..............................................................................................................1mL
(polissorbato 20, carmelose, sacarina sódica, metilparabeno, sorbitol, ciclamato de sódio, álcool etílico, corante caramelo, aroma de tutti-frutti, propilparabeno e água purificada).

Vermiben - Indicações

Vermiben é um anti-helmíntico polivalente, especialmente destinado ao tratamento das infestações isoladas ou mistas, causadas por Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura, Enterobius vermicularis, Necator americanus, Ancylostoma duodenale, Taenia solium e Taenia saginata.

Contra-indicações de Vermiben

O uso do Vermiben é contraindicado em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade ao mebendazol, a outros derivados benzoimidazolicos ou a qualquer um dos componentes da fórmula. Vermiben também é contraindicado durante a gravidez e lactação. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Vermiben comprimidos contém o corante amarelo de TARTRAZINA (FDeC nº 5 ) que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

Advertências

O uso do mebendazol em crianças menores de 1 ano de idade só deve ser feito se a verminose causar uma desnutrição significativa ou prejudicar o desenvolvimento da criança, uma vez que existem relatos esporádicos de convulsões, nestes pacientes.
Nos estudos conduzidos em ratas grávidas, com doses de 10 mg/kg, foram evidenciados efeitos embriotóxicos e teratogênicos, portanto, não se recomenda o uso da droga durante a gravidez, especialmente durante o primeiro trimestre.
Não se sabe se o mebendazol é excretado no leite materno, portanto, seu uso deve ser evitado por lactantes.
Vermiben comprimidos contém o corante amarelo de TARTRAZINA (FDeC nº 5 ) que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

Interações medicamentosas de Vermiben

O uso concomitante de cimetidina pode inibir o metabolismo do mebendazol no fígado, resultando no aumento da concentração plasmática do medicamento, especialmente em uso crônico. Neste caso, recomenda-se a dosagem da concentração plasmática para determinação da dose. O uso concomitante entre mebendazol e metronidazol deve ser evitado.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Vermiben

Em casos de infestação maciça, com grande eliminação de vermes, podem ocorrer dor abdominal e diarreia transitória. Reações alérgicas do tipo exantema, urticária e angioedema foram raramente observadas.

Vermiben - Posologia

Infestações por nematódeos: 5 mL da suspensão ou 1 comprimido, duas vezes ao dia, durante 3 dias consecutivos.



Infestações por cestódeos: 10 mL da suspensão ou 2 comprimidos, duas vezes ao dia, durante 3 dias consecutivos.
A posologia para crianças é de 1 comprimido, 2 vezes ao dia ou 5 mL, 2 vezes ao dia, durante 3 dias consecutivos.
Os comprimidos podem ser mastigados, deglutidos com água, triturados ou dissolvidos.

Superdosagem

No caso de superdosagem acidental, cólicas abdominais, náuseas, vômitos e diarreia podem ocorrer. Embora o tempo de tratamento recomendado seja de 3 dias, casos de distúrbios reversíveis da função hepática, hepatite e neutropenia foram descritos em paciente por hidatidose com doses elevadas para um período prolongado. Não existe antídoto específico. Lavagem gástrica com solução de permanganato de potássio a 20% ou administração de carvão ativado pode ser feitas.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

PACIENTES IDOSOS
Estes pacientes devem ser orientados por seu médico na implantação do tratamento e suas orientações quanto às doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente seguidas.

Vermiben - Informações

Trata-se de um anti-helmíntico de amplo espectro (cestódeos, nematódeos e trematódeos) que pertence aos derivados benzimidazólicos, como o albendazol e o tiabendazol. Pelo seu mecanismo de ação antiparasitário inibe de forma seletiva e irreversível a absorção de glicose, o que provoca a depleção dos depósitos de glicogênio nos microtúbulos das células tegumentárias e intestinais do parasita. Tudo isso gera imobilidade, paralisia motora e morte dos diferentes nematódeos. Seu espectro envolve Ascaris Iumbricoides, Enterobius vermicularis, Trichuris trichiura, Ancylostoma duodenale e Necator americanus. É considerado terapia alternativa as doses altas em infecções por Toxocara, Trichinella spiralis volvulus e Equinococcus granulosus. Sua absorção é muito escassa no trato gastrointestinal, e, portanto, sua biodisponibilidade é baixa, além de sofrer uma intensa eliminação (80%) de primeira passagem hepática.
O mebendazol tem a sua absorção aumentada quando é administrado de forma concomitante com as refeições. Sua ligação com as proteínas plasmáticas é muito elevada (95%), sua meia-vida é de 1 ½ a 5 ½ horas e pode ser prolongada em pacientes com insuficiência hepatocelular. Sua eliminação é realizada parcialmente pelo fígado e finalmente pela urina, tanto como droga ativa quanto metabolizada.

Dizeres legais

Reg. MS: 1.1560.0042

*Fabricado por: CIFARMA - Científica Farmacêutica Ltda.
Av. das Indústrias, 3651 - Bicas - CEP: 33040-130 - Santa Luzia / MG
CNPJ: 17.562.075/0003-20 - Indústria Brasileira

**CIFARMA - Científica Farmacêutica Ltda.
Rod. BR 153, Km 5,5 - CEP: 74675-090 - Goiânia / GO


CNPJ: 17.562.075/0001-69 - Indústria Brasileira

Farm. Resp.: Drª. Michele Caldeira Landim - CRF/GO: 5122

Vermiben - Bula para o Paciente

Ação do medicamento: Vermiben atua sobre os principais vermes que parasitam adultos e crianças, provocando a sua desintegração e eliminação nas fezes.

Indicações do medicamento: Vermiben está indicado para o tratamento das parasitoses isoladas ou mistas, causadas por Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura, Enterobius vermicularis, Necator americanus, Ancylostoma duodenale, Taenia solium e Taenia saginata.

Riscos do medicamento: não se recomenda o uso do mebendazol durante a gravidez, especialmente no primeiro trimestre.

Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após seu término. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Não se sabe se o mebendazol é excretado no leite materno, portanto, seu uso não é recomendado durante o aleitamento.

Informe ao seu médico se estiver amamentando.

Vermiben só deve ser administrado em crianças menores de 1 ano de idade sob prescrição médica.
Durante o tratamento com mebendazol, não há necessidade de procedimentos especiais como dieta e administração de purgantes.
Para evitar a verminose, devem ser tomadas as seguintes medidas: beber somente água filtrada ou fervida; lavar cuidadosamente frutas e verduras e cozinhar bem os alimentos; comer apenas carne bem passada; andar sempre com os pés calçados; lavar as mãos antes das refeições e após usar os sanitários; conservar as unhas sempre cortadas e limpas; manter as instalações sanitárias em boas condições de higiene; seguir corretamente estas informações, evitando que os vermes atinjam toda a família.
Informe ao seu médico se você estiver usando cimetidina (um medicamento contra a acidez do estômago), pois pode ser necessário ajustar a dose de mebendazol. O uso de mebendazol com metronidazol (um medicamento utilizado para infecções bacterianas e por protozoários) deve ser evitado.

Informe ao seu médico os medicamentos que esteja utilizando antes do início ou durante o tratamento.
Informe ao seu médico o aparecimento de reações indesejáveis.

Vermiben comprimidos contém o corante amarelo de TARTRAZINA (FDeC nº 5 ) que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

NÃO USE MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.



Modo de uso: infestações por nematódeos: 5 mL da suspensão ou 1 comprimido, duas vezes ao dia, durante 3 dias consecutivos.

Infestações por cestódeos: 10 mL da suspensão ou 2 comprimidos, duas vezes ao dia, durante 3 dias consecutivos. A posologia para crianças é de 1 comprimido, 2 vezes ao dia ou 5 mL, 2 vezes ao dia, durante 3 dias consecutivos. Os comprimidos podem ser mastigados, deglutidos com água, triturados ou dissolvidos.

Reações adversas: Vermiben é em geral bem tolerado, entretanto comunique ao seu médico o aparecimento de qualquer reação desagradável durante o tratamento. Devido à grande eliminação de vermes, podem ocorrer dor abdominal e diarreia transitória.
Reações alérgicas do tipo exantema, urticária e angioedema foram raramente observadas.

Conduta em caso de superdosagem: procure imediatamente um médico ou um hospital mais próximo.

Cuidados de conservação: Vermiben deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC), protegido da luz e da umidade.

Vermiben possui prazo de validade de 36 meses a partir da data de fabricação, desde que observados os cuidados de conservação. Não use o produto se o prazo de validade estiver vencido. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

NÚMERO DO LOTE, DATA DE FABRICAÇÃO E PRAZO DE VALIDADE: VIDE CARTUCHO.

Data da bula

05/09/2013

Bulário Eletrônico

Bulário 4medic, contém tudo o que é preciso saber sobre o remédio como indicações, dosagem/posologia, efeitos colaterais, contraindicações, advertências, precauções e armazenamento de forma simples e intuitiva.